GUIA DO FAZEDOR

Este é o guia definitivo para se tornar um(a) fazedor(a) do IYD Brasil! Esse material irá te apoiar na realização e divulgação da sua atividade. Todo o material foi criado pela equipe do IYD Brasil, que está à disposição para tirar qualquer dúvida ou acrescentar o que você sentir necessidade.

O que tem nesse Guia?

1
Como ser um fazedor?

 

O fazedor é quem faz acontecer, quem realiza as atividades de impacto! O Dia Internacional da Juventude é sobre ação e protagonismo jovem! Para participar desse movimento é só:

 

1. Preparar uma atividade sobre o tema do ano, definido pela ONU [descrito abaixo].

Quando já tiver definido a sua atividade, inscreva sua atividade no mapa!

Se você ainda não tem uma ideia e precisa de apoio de um embaixador, faça login e inscreva seu perfil aqui.

 

2. Faça acontecer entre os dias 12 e 26 de agosto.

Tire fotos, faça vídeos, prepare relatos!

 

3. Enviar o relatório e receber o seu certificado.

 

A partir de agora você já pode começar a planejar sua atividade, contando com as ideias que vamos trazer neste guia, no nosso perfil do Instagram (@iyd.brasil) e com o apoio do embaixador local na sua região.

collaboration.png

Convidamos fortemente que você alinhe com sua equipe e planeje uma atividade prática em torno do tema para esse dia!

group (2).png

JOVEM FAZEDOR(A)

Se você não participa de uma organização, os embaixadores irão te ajudar a organizar uma atividade e podem te conectar com outras pessoas da sua região!

university.png

EMPRESA
ESCOLA
UNIVERSIDADE

Você pode tanto atuar diretamente realizando uma atividade como também se unir a demais organizações juvenis que trabalham na área. Fala com a gente e vamos pensar juntos!

brazil.png

ÓRGÃO PÚBLICO

Se você participa de algum conselho, secretaria ou órgão público, você tem o papel de articular, promover o Dia e garantir que eventos aconteçam na sua região! E pode também, claro, organizar sua própria atividade.

ORGANIZAÇÃO JUVENIL

2
Tema do ano

 

A beleza desse Dia é a diversidade e as diferentes abordagens e formatos, afinal, o tema é único mas a atuação é livre. Neste guia vamos propor muitas ideias, escolha uma ou crie a sua própria ideia, o importante é fazer acontecer!

 TEMA DO ANO 

Todo ano trabalhamos em torno de um tema promovido pela ONU, e para 2021 o tema é:

INOVAÇÃO JOVEM PARA A SAÚDE HUMANA E DO PLANETA

A proposta do tema é partir da transformação dos nossos sistemas alimentares e de todas as estruturas e problemáticas envolvidas na alimentação da população global. Nossos padrões de consumo impactam a nossa saúde e o meio ambiente e precisamos de mudanças urgentes!

Isso significa que trataremos de pautas relacionadas à saúde, alimentação, fome, mudanças climáticas, desmatamento, desperdício de alimentos, luta e resistência de trabalhadores rurais e povos originários, agricultura... mas principalmente como toda a questão da alimentação está interconectada às nossas estruturas sociais e políticas. Este tema está conectado com todas as ODS! Se você atua com educação, política, gênero, desigualdade, raça.. tem muito espaço nesse tema.

Um olhar holístico, integrado e inclusivo é necessário para abordar estas questões, e por isso, precisamos do Protagonismo Jovem! Nós, jovens, somos atores fundamentais para a identificação de soluções inovadoras para a promoção de uma saúde e alimentação mais igualitárias e seguras e para a sustentabilidade do planeta, sem deixar ninguém pra trás. 

Alguns desafios que podemos trabalhar:

 

  • Fome: Hoje temos 19 milhões de brasileiros passando fome e aproximadamente 119 milhões em situação de insegurança alimentar, que afeta principalmente mulheres, pessoas negras e as regiões Norte e Nordeste. O que podemos fazer e debater sobre isso?

  • Pandemia da COVID-19: Além da pandemia ter agravado muito a questão da fome, entende-se que ela seja uma doença zoonótica, transmitida dos animais para os humanos e que teve origem em um mercado chinês que vende animais vivos. O que isso diz sobre nosso consumo e nossa constante destruição da vegetação e do habitat dos animais?

  • Alimentar uma população mundial em crescimento: Como podemos dar acesso a alimentos seguros e nutritivos para todos? 

  • Luta e resistência de trabalhadores rurais: Como podemos enfrentar a pobreza rural e dar oportunidades iguais para todos?

  • Concentração de terras: Hoje 45% das terras rurais do Brasil estão nas mãos de 1% dos proprietários!

  • Mudanças climáticas e meio ambiente: Os processos e infraestrutura envolvidos na alimentação global geram externalidades negativas, como poluição, desgaste do solo, emissão de gases… Assim como as mudanças do clima impactam gravemente as produções alimentares, com secas e inundações.

  • Saúde da população e alimentação saudável: As doenças crônicas (diabetes, obesidade, doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer) representam +70% das mortes no Brasil e estão muito relacionadas à alimentação. Como nós jovens podemos trabalhar a temática da saúde? 

  • Migrações e refúgio: O mundo hoje enfrenta a questão dos refugiados climáticos, pessoas que saíram de suas casas pois estão sendo afetadas por eventos climáticos como o aumento do nível do mar. Além disso, eventos como secas em algumas regiões forçam famílias camponesas a migrar definitivamente em busca de terras cultiváveis e outras formas de sustento.

  • Uso de agrotóxicos e políticas públicas: Que tipo de sistema as nossas políticas públicas estão incentivando? Hoje o Brasil tem impostos reduzidos para os agrotóxicos, que comprometem o solo, a biodiversidade, a nossa saúde ao consumir os alimentos e todas as pessoas que interagem/vivem nas produções.

  • Amazônia: Vivemos um desmatamento recorde na Amazônia, áreas de floresta sendo ocupadas por pastagens ou plantação de commodities para exportação ou alimentação de animais para consumo.

  • Povos indígenas: O povo indígena luta por seus direitos, suas terras e pela proteção do meio ambiente. Além disso, também são acometidos por doenças relacionadas à alimentação, seja a subnutrição por falta de acesso a alimentos ou diabetes, por exemplo, por acesso a alimentos não saudáveis industrializados com alto teor de açúcar.

  • Vegetarianismo e veganismo: Mudar nossos hábitos e cortar os alimentos de origem animal reduz comprovadamente o impacto negativo da nossa alimentação. Mas quem tem acesso hoje a essa escolha? Como promover um veganismo popular? Como não impor algo para pessoas que mal sabem se vão poder ter comida no prato?

  • Desperdício de alimentos: O Brasil está na lista dos 10 países que mais desperdiçam alimentos no mundo, com perda de 30% de tudo o que é produzido. Daria para alimentar muita gente, né? Isso acontece no armazenamento, transporte, sobras de supermercados e também nas nossas casas. Precisamos pensar em soluções inovadoras para essa questão! 

  • Recortes de gênero, raça e classe: Mulheres, pessoas negras e pobres são as mais afetadas pela fome e pela mudança do clima. Não podemos falar sobre esse tema sem pensar em interseccionalidades.

Descubra muito mais e se aprofunde no tema!

Preparamos aqui um guia colaborativo de referências sobre o tema: livros, podcasts, textos, vídeos… Você pode acessar o guia aqui - e para contribuir com referências, é só acessar e preencher este formulário que automaticamente estará na lista de referências.

Estes são alguns desafios que trouxemos, mas quanto mais nos aprofundamos no tema, mais desafios surgem. Reforçamos muito a necessidade de adaptar o tema para o contexto da sua comunidade, da sua região ou organização, com um recorte do que faz sentido para os jovens que irão participar.

 EIXOS DO TEMA 

JOVEM

  • Alimentação saudável

  • Doenças crônicas

  • Sistemas de saúde

  • Consumo sustentável

  • Desenvolvimento cognitivo

  • Fome e subnutrição

  • Acesso a alimentos nutritivos e seguros para todos

  • O papel do esporte

  • Pobreza menstrual

  • Padrões de beleza e corpo

COMUNIDADES/SOCIAL

  • Trabalhadores Rurais

  • Povos indígenas, quilombolas e ribeirinhos

  • Recortes de gênero, raça e classe

  • Migrações e refúgio 

  • Acesso e permanência na educação e papel da merenda escolar

  • Desemprego e insegurança alimentar

  • Luta e resistência

  • Distribuição de terras

  • Trabalhadores da cadeia de alimentação (rurais, entregadores de delivery e operadores de supermercado)

  • Papel da alimentação na construção de comunidades e cultura

PLANETA

  • Mudanças climáticas

  • Amazônia

  • Agricultura regenerativa

  • Vegetarianismo/Veganismo

  • Biodiversidade

  • Desperdício de alimentos

  • Uso de água

  • Políticas públicas

  • Compostagem

  • Embalagens plásticas

Acesse a descrição completa do tema, escrita pela ONU e traduzida pelo IYD Brasil.
Também fizemos uma live para falar sobre o tema que ficou gravada no nosso IGTV!

3
Ideias e dicas de atividades

 

 Quem vai participar da minha atividade? 

 

É muito importante pensar no seu público! Você pode fazer uma atividade interna ou externa. Algumas organizações realizam atividades internas com os jovens que fazem parte, como movimentos juvenis, escolas, universidades, empresas, etc. Enquanto outras pessoas promovem atividades abertas ao público. O importante é ter jovens não só como público mas como protagonistas nesse dia. Vai ter um debate? Coloca um jovem à mesa. Vai ter uma palestra? Divide o palco com os jovens!

 Como pode ser a atividade? 

A atividade pode ser grande, gigante, como pode também ser um pequeno encontro de jovens para debater sobre algum tema por algumas horas. Cabe a você escolher a melhor forma para se engajar!

 

Ter como base os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) pode ser uma boa forma de começar, pensando na atuação dos jovens para o cumprimento da Agenda 2030, ou de um objetivo específico. Pense, por exemplo: 

  • Qual ODS eu me identifico e quero contribuir? 

  • Algum ODS tem relação com o que eu estudo ou minha expertise? 

  • Qual ODS contribuiria mais para o desenvolvimento da comunidade onde atuo?

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: 1 – Erradicação da pobreza  2 – Fome zero e agricultura sustentável  3 – Saúde e bem-estar  4 – Educação de qualidade  5 – Igualdade de gênero  6 – Água limpa e saneamento  7 – Energia limpa e acessível  8 – Trabalho decente e crescimento econômico  9 – Inovação infraestrutura  10 – Redução das desigualdades  11 – Cidades e comunidades sustentáveis  12 – Consumo e produção responsáveis  13 – Ação contra a mudança global do clima  14 – Vida na água  15 – Vida terrestre  16 – Paz, justiça e instituições eficazes  17 – Parcerias e meios de implementação

Enquanto os ODS apresentam Objetivos Globais de desenvolvimento sustentável, no Brasil temos o Estatuto da Juventude: o qual apresenta direitos nacionais dos Jovens. Uma perspectiva mais local! Veja abaixo os eixos e se inspire!

 

1. Cidadania, à Participação Social e Política e à Representação Juvenil

2. Educação

3. Profissionalização, ao Trabalho e à Renda

4. Diversidade e à Igualdade

5. Direito à Saúde

6. Cultura

7. Comunicação e à Liberdade de Expressão

8. Direito ao Desporto e ao Lazer

9. Território e à Mobilidade

10. Sustentabilidade e ao Meio Ambiente

11. Segurança Pública e ao Acesso à Justiça

Vamos lá, alguns exemplos bem práticos para você se guiar!

 

Ideias de formatos:

  • Debate, palestra ou roda de conversa online

  • Webinar: painel sobre um tema

  • Lives 

  • Debate de filmes/documentários

  • Desafios e missões para serem feitos de casa

  • Dinâmicas online

  • Participação de grandes convidados 

  • Eventos de trocas e conexões entre as pessoas (aproveite o momento online para conectar pessoas de longe!)

Quais atividades aconteceram em 2020?

Aqui estão todas as atividades de 2020 para você se inspirar!

Ideias de pautas:
Essas são apenas ideias para te inspirar, você é sempre livre para criar! E claro, conte com nossos embaixadores para dúvidas e ideias. Ao inscrever seu perfil no site, um embaixador irá te apoiar.

 

 LOCAL 

 

Dada sua comunidade (de seu bairro, sua cidade, seu grupo de escola/universidade/etc), quais ações podemos fazer com os jovens locais?

  • Educação
    E se fizéssemos workshops, atividades para aprendermos juntos temas importantes (saúde, alimentação saudável, mudanças climáticas, amazônia). Te desafiamos a buscar modos inovadores, hein? Que tal jogos, desafios?

  • Rodas de conversa
    Debate de ideias, diferentes pontos de vista e experiências sobre o tema do ano. Que tal trazer dados sobre um dos recortes do tema e debatermos? E que tal assistir um documentário ou ouvir um podcast e depois conversarmos sobre? Use o nosso guia de referências e prepare a pipoca!

  • Mini-mutirões
    E se fizéssemos uma horta comunitária? E que tal aprendermos juntos a construir nossas próprias composteiras caseiras? Poderíamos - em redes virtuais - conectar muitos jovens e com mini mutirões fazermos a diferença! Também podem ser mutirões de doação ou de saúde!

 

 PROPOSTAS COM INTERNET REDUZIDA 
 

Ideias que exigem menos dados do que uma vídeo-conferência

  • Missões coletivas
    Um grupo de whatsapp/telegram com uma bateria de missões e atividades. Digamos que a causa seja "vegetarianismo", podemos fazer um desafio de 14 dias sem carne, em que os participantes compartilham seus pratos, receitas, desafios e como se sentiram na missão.

  • Conteúdos + debates
    E se lançássemos segunda-feira um podcast no whatsapp sobre o tema (tem vários exemplos no nosso Guia de Referências). Feito o áudio, podemos começar a trazer matérias para debater diferentes pautas de juventude no próprio whatsapp (recomendamos também Discord, Slack ou Telegram).

  • Co-construção
    Escrever um Google Docs, fazer um Google Presentations ou outros de maneira coletiva. Queremos fazer um material sobre: "desperdício de alimentos", podemos abrir com um formulário para nossos colegas e depois co-construir um material que conte as histórias da nossa diversidade na nossa comunidade.

 

 REGIONAL 

 

Ações que podem inspirar impacto para além da nossa cidade!

  • Criando soluções
    Uma série de encontros virtuais para gerarmos soluções e projetos (virtuais ou não), a chave aqui é termos um apoio para jovens saírem de ideias iniciais ao projeto final

  • Debate sobre protagonismo jovem no tema 
    O que o jovem pode/precisa mudar nos sistemas alimentares? Qual o papel do jovem no ambiente político, rural, indígena, educacional e empresarial? Debater caminhos e desafios para o jovem na temática; ou políticas públicas para os temas da alimentação, saúde e meio ambiente do seu estado/município.

  • COVID-19
    Por que não debater e co-criar ações para atuação dos jovens durante e após a pandemia, com foco principal no tema da fome ou mudanças do clima.

As atividades são presenciais ou online?

Devido ao isolamento que estamos vivendo com a COVID-19, acreditamos que o cenário em Agosto será ainda de muita precaução, principalmente com encontros que reúnem muitas pessoas. Por isso, recomendamos e estamos sugerindo uma série de ideias para a realização de atividades online!

 Ferramentas para fazer eventos online 

  • Fizemos uma lista de ferramentas pra você utilizar! Algumas são pagas e outras gratuitas, a depender das funcionalidades, da quantidade de pessoas e do tempo de duração da reunião. Se tiver dúvidas em como usar, pode chamar os embaixas!

  • Fizemos também uma live sobre diferentes ferramentas online.

4
Checklist para a sua atividade

 

​Reunimos aqui uma lista para você garantir que não esqueceu de nenhuma etapa!

 Junho 

 

☑ Inscrever-se no formulário de Fazedor do IYD Brasil

Definir: 

☑ objetivo da sua atividade

☑ o público da sua atividade

☑ o tema da sua atividade (dentro do tema geral, claro!)

☑ o formato da sua atividade (palestra, debate, bate-papo, etc)

☑ Escolha e teste com antecedência a ferramenta que irá utilizar

☑Chamar amigos(as) para te ajudar a organizar 

 Julho 

 

☑ Divulgar e convidar o seu público (com os materiais do item 6)

☑ Cadastrar a sua atividade no mapa oficial aqui

 

 Agosto 

 

☑ Fazer acontecer entre os dias 12 e 26 de Agosto!

 

 Setembro 

 

☑ Enviar o relatório para o IYD Brasil (o link estará disponível no site em breve)

 

O que precisa ter no relatório? Vamos dar mais instruções em breve, mas garanta que terá fotos e vídeos, pode ser da tela do computador mesmo, já que teremos eventos online! Encoraje os participantes a tirarem ‘selfies’ com o evento na tela e também muitas capturas da tela.

 

Precisa de ajuda em alguma etapa? Os embaixas da sua região te apoiam! Se inscreva no formulário e te conectamos com eles!

5
Divulgando sua atividade

 

 Peças de comunicação 

 

Disponibilizamos um Kit de Comunicação editável na ferramenta Canva com muitas artes e ideias para você divulgar a sua atividade e atrair participantes! 

 Receber inscrições 

 

Para receber inscrições da sua atividade, recomendamos utilizar a ferramenta Sympla! Ela permite criar uma página do seu evento, receber inscrições com Nome, E-mail e outras informações personalizadas. Além disso você pode disparar emails para os seus convidados e emitir certificados no final!

 Template de Apresentação 

 

Nossa apresentação em PDF aqui para você explicar sobre o movimento ou utilizar no dia da sua atividade para apresentar um conteúdo!

6
Materiais complementares

 

  • Lives IYD Brasil: faremos uma série de lives no Instagram do @iyd.brasil para te apoiar nessa jornada de fazedor. Acesse no nosso IGTV!

7
Perguntas e Respostas

 

Mande suas dúvidas no nosso Instagram, te respondemos por lá e adicionaremos aqui, pois podem ser dúvidas de outras pessoas também!

Os fazedores recebem certificado?

Sim! Enviaremos certificado para todos os fazedores com o nº de horas de duração da atividade. Além disso, enviaremos a base do certificado para você disponibilizar para aqueles que participaram da sua atividade também! 

Qual é o mínimo de pessoas que minha atividade precisa ter?

No mínimo quatro pessoas realizando uma ação de impacto sobre o tema pode ser considerada uma atividade! 

Quantos anos preciso ter para ser um(a) fazedor(a)?

Não existe restrição ou limite de idade para organizar uma atividade. O Brasil define a Juventude entre 15 e 29 anos, mas se você se engaja com a juventude, faça acontecer! Nossa proposta é que a juventude participe da co-criação, desenvolvimento e execução do projeto de alguma forma, portanto se você está fora dessa faixa, convide jovens para fazer parte do processo com você!

 

Nos outros países existe um movimento específico sobre o dia da juventude, como o nosso?

Não. Nos outros países acontecem atividades, mas os jovens realizam por conta própria, sem um movimento organizado. 

 

Qual é a relação do IYD Brasil com a ONU?

Temos uma parceria institucional e também para o cadastro oficial das atividades do Brasil, ou seja: seu evento que foi cadastrado aqui automaticamente será cadastrado na plataforma da ONU. Porém não representamos a ONU e não podemos utilizar a logo deles no certificado, somente junto com a logo oficial do Dia Internacional da Juventude 2021.