O que são os ODS?

Os desafios sociais e ambientais da nossa sociedade são cada vez mais evidentes: desigualdades, concentração de riquezas, educação e saúde de qualidade, mudanças climáticas, poluição dos oceanos, desmatamento, pandemias…

Por mais que nós tenhamos acesso a muita informação e possíveis soluções, suas causas são tão interligadas que pode parecer muito difícil encontrar um caminho para mudar a nossa realidade e construirmos um futuro mais justo e igualitário.

Nesse contexto, a ONU (Organização das Nações Unidas) elaborou em 2015 a Agenda 2030, um plano de ação global que convoca todos os países e setores da sociedade a se engajarem em objetivos em comum, os chamados ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

O que é ODS?

Mas você deve estar se perguntando “o que são os ODS?”.

Bom, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ou apenas ODS, são os compromissos deste plano adotado em 2015 por todos os países membros das Nações Unidas. Eles têm por missão encontrar soluções para os problemas globais até o ano de 2030.

Ao todo, são 17 objetivos que pautam aspectos da vida humana e da natureza, como por exemplo: Igualdade de Gênero (ODS 5), Energia Limpa e Acessível (ODS 7) e Saúde e Bem-Estar (ODS 3).

Os ODS funcionam como um “guia” a ser seguido por todos os países – engajando governos, empresas e cidadãos. Eles explicam com clareza o que precisamos alcançar juntos para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e promover qualidade de vida para todas as pessoas.

Quais são os ODS?

  • 1 – Erradicação da pobreza

  • 2 – Fome zero e agricultura sustentável

  • 3 – Saúde e bem-estar

  • 4 – Educação de qualidade

  • 5 – Igualdade de gênero

  • 6 – Água limpa e saneamento

  • 7 – Energia limpa e acessível

  • 8 – Trabalho decente e crescimento econômico

  • 9 – Inovação infraestrutura

  • 10 – Redução das desigualdades

  • 11 – Cidades e comunidades sustentáveis

  • 12 – Consumo e produção responsáveis

  • 13 – Ação contra a mudança global do clima

  • 14 – Vida na água

  • 15 – Vida terrestre

  • 16 – Paz, justiça e instituições eficazes

  • 17 – Parcerias e meios de implementação

Cada um deles tem ainda suas respectivas metas (somando 169 metas no total), que tangibiliza o resultado a ser alcançado. Por exemplo, uma meta do ODS 3, Saúde e Bem-estar é “até 2030, reduzir a taxa de mortalidade materna global para menos de 70 mortes a cada 100.000 nascidos vivos.”

Aqui no site da ONU você pode conferir todos os ODS e metas.

O que os ODS têm a ver com o movimento do Dia Internacional da Juventude?

Nós vivemos a geração mais empoderada que já existiu. A que mais lê, a que mais empreende, a que mais estuda, a que mais trabalha. Como afirmou o ex-secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon:

“Vocês são a primeira geração que pode acabar com a pobreza e a última que pode salvar o meio ambiente”.

Por isso entendemos que é nosso papel enquanto jovens em um mundo globalizado, conectar-se, trabalhar juntos e realizar projetos que gerem mudança. Afinal, é do nosso futuro que estamos falando em 2030 – e em diante!

A ONU também reconhece esse papel dos jovens para alcançar as metas e criou em 2018, o documento Juventude 2030, para apoiar os jovens a serem protagonistas dessa agenda. E é isso que queremos colocar em pauta no Dia da Juventude.

Os ODS são a base do nosso movimento e garantem que as atividades realizadas pelos jovens estão de fato gerando impacto. Se a atividade está relacionada com a temática de alguma das 169 metas, está contribuindo para o cumprimento dessa agenda.

Para aqueles que chegam até nós sem uma ideia de tema para a sua atividade, sugerimos escolher um ou mais ODS que afetam diretamente a sua comunidade local, ou o ODS que eles tenham mais interesse em descobrir, debater e propor soluções.

Esse texto foi publicado originalmente no blog da Eureca em 17 de julho de 2020.


Sobre a autora:

Mariana Vieira é publicitária e se dedica ao impacto social, empreendedorismo e engajamento jovem. É co-fundadora do IYD Brasil, o maior movimento pelo Dia Internacional da Juventude no mundo, e gestora no Quintessa, aceleradora de negócios de impacto.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo